quarta-feira, 9 de dezembro de 2015

5 dicas do que seria bom EVITAR fazer na Internet - para artistas e demais criativos

Acho legal poder passar um pouco de conhecimento a outros criativos. Meu objetivo na Internet não é só divulgar meu trabalho e vender. Acho que trocar ideias, fazer um Networking e passar um pouquinho do que eu sei, é muito válido. Não quer dizer que eu vá "mostrar o caminho das pedras". Mas distribuir um pouco do que conheço é o início da trilha. E tudo que você oferece de bom, você também sai ganhando depois. Acredito nisso.

Anteriormente, eu dei 10 dicas do que pode fazer para alavancar na carreira artística - eram pistas para aumentar a visibilidade. Se você ainda não viu, confira aqui

Mas, neste post, farei diferente. Acerca do que tenho visto por aí em termos de redes sociais (principalmente Instagram e Facebook), quero falar sobre o que se pode evitar fazer quando for divulgar seu trabalho. Eu vejo que muitos profissionais criativos pecam em muitas coisas na hora de anunciar algo. São pontos que fazem um profissional até mesmo perder a credibilidade. Apesar de parecerem meros detalhes, podem acabar "queimando o filme".

Quero ressaltar que essas seis dicas que vou citar são baseadas em minha própria observação e experiência, ok? Valem não só para os criativos e artistas, como também para outros profissionais. Vamos lá...


1- Evite fazer perfil de Facebook para empresa
Já está explicado nos termos do Facebook que não se pode criar conta de perfil para empresas. A página do Facebook foi feita para isso: para a linha profissional. Vai acabar correndo o risco de sua conta de perfil ser migrada automaticamente para página (fan page). E aí vai acabar perdendo certas funções e também vai gerar confusão na cabeça dos seus amigos da lista. Primeiro, deverá criar um perfil com seu nome mesmo e aí então, criar a página. Com o perfil, poderá administrá-la.


2 - Evite marcar pessoas no post aleatoriamente
Eu acho péssimo e muita gente também! Eu vejo isso acontecer muito no Facebook. No Instagram, até que nem tanto. Eu vivo sendo marcada (além de mim, mais dezenas de contatos) em post de empresas no Facebook. Não é assim que se promove um novo produto na rede - não é apenas marcando pessoas que seu trabalho vai ser bem vendido. Você só vai conseguir irritar muita gente. E então terá efeito inverso: as pessoas começarão a não seguir mais o seu trabalho. Marcar só é legal quando é necessário mostrar algo ou um assunto para uma ou mais algumas pessoas específicas. Fora isso, não fique marcando com o intuito de forçar as pessoas a verem seu post. Isso cansa!


3 - Evite erros na escrita
Uma marca ou empresa precisa ter o máximo de profissionalismo. Eu vejo muitas pessoas pecando na hora de digitar textos ou frases nas redes. Impressionante a quantidade de profissionais errando no português, minha gente! Será que dá pra ter credibilidade? Gera uma péssima impressão! Eu mesma fico receosa em contratar serviços ou comprar produtos de quem erra tanto na publicação. Existe corretor ortográfico nas redes pra ajudar. Procure se aprimorar na escrita (e na fala também). Você pode achar que não, mas as pessoas prestam muita atenção nisso e escrever errado acaba manchando a imagem.


4 - Evite enviar spam para quem não pediu para receber seu conteúdo
Pessoalmente acho muito chato receber spam. Há tantas formas de se conquistar clientes, seguidores e fãs... mas enviar spam não é o jeito mais bacana. Você poderá criar uma página em seu site para enviar newsletter; criar um gadget sobre envio de newsletter no blog; fazer um site específico para coletar contatos; criar lista de transmissão no Whatsapp e tantas outras formas que existem por aí. Mas lembre-se: só envie para quem pedir para ser incluído. As pessoas realmente interessadas em seu conteúdo irão se inscrever por livre e espontânea vontade. Agora, colher contatos em algum lugar e ficar enviando spam sobre seu trabalho sem a pessoa ter autorizado não é nada legal. Isso irrita e afasta possíveis clientes. 


5 - Evite jogar indiretas ou brigar com clientes 
Ai, pra mim isso é o cúmulo do absurdo! Acho horroroso ver profissionais brigando na Internet!!!! Redes sociais não são feitas para lavar a roupa suja com seu cliente... isso é de péssimo mau gosto! Não importa se alguém deixou de lhe pagar algo, ou encomendou e não buscou... não importa o que tenha acontecido: sua empresa ou marca não pode virar novela para que os outros contatos sigam e fiquem achando um barato a polêmica. E ainda vão querer saber o que vai acontecer no final dessa saga! Tá bom, tá bom, viva a liberdade de expressão! Mas não é desse jeito que o seu trabalho será bem visto. Isso pode até desencorajar mais pessoas a fazer contato com você para comprar algo seu, pois elas ficarão com receio de que você não seja muito profissional no que faz. Tenha classe sempre. Não perca a classe nem quando for receber uma crítica: se for possível, entenda, dialogue e agradeça!


6 - Evite pedir aos outros para seguir sua empresa
Não tem nada mais chato que ficar "implorando" para os outros que curtam ou sigam sua conta. Isso passa a impressão de que você está desesperado por atenção - curtidas e tal... E é claro que a grande maioria não vai levar seu negócio a sério. Algumas das formas de conseguir novos seguidores ou mais engajamento são: interagir com seu público-alvo, ter maior presença nas redes inserindo bons conteúdos e postar anúncios patrocinados. 


Espero que esses toques lhe ajudem!

"O segredo do sucesso é a constância do propósito."
Benjamin Disraeli


terça-feira, 20 de outubro de 2015

Confira o vídeo da parceira Julia Martins

Lembra da youtuber de quem falei no post anterior, a Julia Martins? Pois é, hoje vou mostrar aqui o vídeo que ela postou hoje falando da nossa parceria. 

Confira:



Inscreva-se no canal da Julia aqui.

=)



quinta-feira, 15 de outubro de 2015

Com a youtuber Julia Martins - fazer boas parcerias é o caminho

Desde que me iniciei no Periscope, coisas bacanas foram acontecendo em minha caminhada na arte. E uma delas é que agora tenho uma nova parceria com a querida youtuber Julia Martins. Eu assistia a algumas lives sobre marketing e, a partir do perfil Marketing Digital Pro, de seu esposo Cleber, com muitas dicas sobre o assunto, é que fiquei conhecendo-a.




Vou falar sobre ela: Julia Martins é de Campinas, SP. É uma linda moça que começou a fazer vídeos no Youtube sobre algo que ela conhecia muito bem: a transição para cabelos cacheados. Dessa forma, ela conseguiu ajudar muitas mulheres a assumirem seus cachinhos e levantar a auto-estima. E em pouquíssimo tempo no ar, o canal "Cabelos Cacheados" teve um considerável crescimento. Está tendo muito sucesso! Clique aqui para conhecer seu canal do Youtube e veja sua entrevista no site UOL nesse link aqui.

Muita gente já sabe que eu, há alguns anos atrás, fiz uma série que homenageava a beleza afro, tão forte em nosso miscigenado país. E minhas mulatinhas ficaram muito conhecidas.


Ternurinha



Daí propus sermos parceiras com relação à arte sobre as mulatas, que é parte importante do meu sucesso. Julia será parceira exclusiva representando minha arte afro. Minha obra Ternurinha participará do cenário dos vídeos dela, além de outros objetos artísticos assinados por mim. 

Gostou da novidade? Como eu disse no post anterior, boas parcerias fortalecem e levam a bons negócios. 

Que tenhamos uma parceria saudável e feliz!  Vamos que vamos!



quinta-feira, 1 de outubro de 2015

10 dicas para alavancar a carreira - conselhos para artistas e artesãos

Há mais ou menos um mês atrás, eu fiz uma live no Periscope (transmissão ao vivo) com dez dicas para artistas e artesãos. Para falar a verdade, nunca dei conselhos sobre como divulgar o trabalho assim. Já dei informalmente alguns toques para colegas de profissão sobre como ser mais visto, ou como fazer seu marketing, etc. Um conselho aqui, outro ali.

Enfim, resolvi, naquele dia, fazer um vídeo ao vivo contando algumas experiências em questão do número de pedidos de ajuda pela Internet vindo de artistas (isso nunca havia acontecido antes). Essa "chuva de pedidos" aconteceu depois de ter concedido uma entrevista à Ana Tex (assista aqui). Só que as lives do Periscope só ficam disponíveis 24 horas. Eu não queria publicar o vídeo por causa do formato. Por isso, vou contar aqui no blog as dicas que citei naquele dia, pois sei que muita gente queria ter visto e não pôde. 

O que vou citar é só baseado no que eu já fiz e continuo fazendo para conseguir maior visibilidade e/ou para alavancar minha carreira artística. Tudo dentro de minha própria experiência, pois não sou consultora e nem coach. Sou puramente uma artista plástica que testa, experimenta, corre atrás, erra, acerta e busca sair sempre da minha própria zona de conforto.

Neste post, deixarei apenas dez - básicas, mas fundamentais - dicas, dentre vários outras formas que uso para conseguir meu "lugar ao sol". Espero que esses pequenos toques possam lhe dar uma luz, artista.


1 - Fotos bem feitas (ou vídeos)
Apresente sua arte de forma mais profissional em fotos ou vídeos de boa qualidade. Não estou dizendo pra fazer uma megaprodução e gastar rios de dinheiro com isso. Você pode aprender a tirar boas fotos, mesmo que não tenha uma câmera profissional. Se tiver, ótimo, mas se não tiver, use o celular mesmo, e daí? Já existem tantos celulares com ótimas câmeras! Não adianta ter uma supermáquina, se você não sabe como fazer. 

Um toque: tire fotos de suas artes em locais bem iluminados. Fotografe durante o dia. Evite o flash. O flash deixa tudo "chapado" e o produto fica sem profundidade na foto. Por isso que fotografar suas artes à noite não é legal, a não ser que tenha um estúdio adequado pra isso e várias luzes de foco para iluminar o produto em vários ângulos. O flash é mais para ser usado em eventos noturnos. Use um fundo neutro para as fotos (branco, de preferência). Na Internet você encontra muitos minicursos sobre fotografia de produtos, mas deixo aqui um link que explica como fazer em casa. Clique aqui pra ver.

Eu procuro sempre usar a luz do dia para minhas fotos. Coloco o objeto na varanda ou em algum local externo. Quando vou fotografar dentro do ateliê, abro bem as janelas e deixo a luz entrar bastante. Não acho legal usar marca d'água na foto, pois acaba ficando poluída. As pessoas não se interessam em apreciar uma arte em foto com marca d'água. Pode até prejudicar a venda.


Fotografadas dentro do ateliê com boa iluminação das janelas
O melhor é não usar flash para telas e nenhum outro objeto
Fundo branco para fotografar objetos


2 -  Tenha um bom site
É importantíssimo que um artista tenha um site. Que seja um site bem atualizado com as informações necessárias, sua bio, seus contatos, ícones das redes sociais, sua galeria, etc. E também é importante que ele tenha um domínio, pois ficará bem profissional. Se quiser ver como é o meu, clique www.izabelpariz.com. É só um exemplo.


3 - Use redes sociais
São as redes, hoje, que movimentam 90% do meu trabalho. Se você não estiver na rede, meu amigo, não sei em que planeta você está. Seu trabalho correrá o risco de não ser visto. É lá que você cria relacionamento com seu público, é lá que você gera credibilidade. É lá que você poderá colocar conteúdo sempre e ser lembrado constantemente. Eu acho que para artistas, o Instagram é o que mais traz engajamento. Para mim trouxe muito mais resultados que no Facebook. Mas use as duas redes. De todas as formas, acho que são ótimas. É bom criar interação entre elas. Vídeos no Youtube também é algo interessante, apesar de que tenho poucos vídeos lá (eu sei, preciso providenciar mais). Mas recomendo. O Periscope também está crescendo consideravelmente, vale a pena ter uma conta lá. Essas redes são as que mais indico.

Quanto ao uso (Instagram e Facebook), aconselho a postar todos os dias, pelo menos uma vez. Não adianta "dar as caras" em sua rede uma vez ao mês. E também não exagere, pois pode gerar "dislikes": muita gente pode deixar de seguir sua conta por causa disso. Por isso, publique até, no máximo, três ou quatro posts por dia. Não acho bom ultrapassar. 


4 - Responda seus clientes
Seja gentil e receptivo sempre com seus clientes. Seja empático e agradável, mas nada de bajulação - as pessoas percebem. Seja natural. Às vezes eu os chamo de "amigos clientes", pois é o que representam para mim. Procuro ter sempre um bom relacionamento. 

Saiba entender as necessidades e ser atencioso. Artista que não dá atenção, perde pontos. As pessoas enviam perguntas nas redes ou em mensagens privadas e eu procuro responder a todas. Isso gera confiança também. Assim você ganhará bons feedbacks e, com autorização do cliente, poderá publicá-los em seu site, criando autoridade e reputação.


5 - Ofereça conteúdo
Se você pensa que só postar fotos ou vídeos vendendo produtos (Compre já!) vai trazer sucesso, você está muito enganado. Conhece o chamado marketing de conteúdo? Se não conhece, está desatualizado. Para vender sua arte ou qualquer outra coisa, ofereça algo de valor gratuitamente. Isso mesmo! As pessoas não gostam de saber que você está tentando vender algo para elas - isso é psicológico, vai por mim.

Coloque dicas sobre aquela arte que você quer vender, vídeos tutoriais, links interessantes sobre arte, soluções para algum problema do cliente, fotos belas e inspiradoras... há tanto assunto de valor bacana que você pode colocar para o cliente sem parecer venda direta! Você pode até enumerar dessa forma: a cada quatro posts de conteúdo de valor, coloque um de venda - mais ou menos assim, ou quem sabe mais espaço ainda entre eles...


6 - Participe de exposições
Para o artista plástico: vale muito participar de salões, prêmios, mostras coletivas, individuais, etc. É muito bom para o seu currículo. E se conseguir premiações ou menções, melhor ainda! Isso vai qualificá-lo ainda mais.
Procure bons curadores. Há exposições gratuitas e pagas. Participe sempre, é importante também para o seu trabalho ser visto.
Para artesãos: há também exposições de artesanato. O que é mais usado é a feira artesanal ou feira craft. Há várias feiras assim pelo Brasil afora, das mais simples às mais sofisticadas. Procure informações de como participar, faça uma boa busca.


7 - Publique seu trabalho 
Não há como dizer que é difícil, porque não é. Se você procurar a imprensa de sua região, por exemplo, vai encontrar. E, melhor: gratuita. É só enviar seu release por e-mail para os redatores de jornais, revistas e outros meios. Até TV. Muitos publicam notas e notícias gratuitamente. 

Você vai promover um evento com sua arte? Mande release. Vai expor em alguma cidade? Mande release. Vai expor fora do país? Mande release. Tem qualquer outra notícia sobre sua arte? Mande logo um release. Deixe as pessoas saberem sobre seu trabalho.


8 - Faça parcerias
É interessante fazer parcerias, mas precisa ser bom para você e também para o parceiro. É uma forma estratégica de divulgação.

Mas fuja de "parcerias-cilada", porque os benefícios não podem ser só para um. Existe um comprometimento e o fortalecimento precisa vir para ambos. Posso até indicar um bom vídeo falando sobre como ter cuidado com a parceria-cilada. É da Espaçonave, por Rafa Cappai. Assista aqui.


9 - Invista 
É preciso investir em sua carreira. Não espere nada cair do céu. E quando eu digo investimento, digo mais abertamente que é aplicar o "dindim" mesmo, pra poder ter algum retorno depois. 

Invista em publicidade. Quem sabe se algum dia, algum repórter de uma revista bacana e renomada vai lhe propor publicação gratuita, como já aconteceu comigo? Mas vai ficar de braços cruzados esperando? De vez em quando vai precisar mostrar seu trabalho em algum lugar e pagar por isso.

Invista em cursos. Você pode até ser um artista autodidata supertalentoso com um dom natural maravilhoso... mas quando falo em cursos, não falo só em aprender. Falo sobre se atualizar, abrir a mente, buscar novos horizontes, fazer até, quem sabe, um Networking com o pessoal desse meio. Tudo isso lhe faz crescer mais e mais.

Esses são dois exemplos, dentre muitos outros tipos de investimentos que você pode fazer para aprimorar seu trabalho. Invista sempre pra gerar retorno.


10 - Tenha metas para ter sucesso
Parece frase-clichê. Mas não é. Eu pratico isso. Eu anoto minhas metas, faço minha listinha de coisas que desejo alcançar em minha carreira. Vou riscando as conquistadas.

É a lei da atração. Quando você tem objetivos, tem força de vontade, não tem preguiça e tem determinação de sobra, você alcança as metas em momentos que você jamais esperaria. Por que? Porque acreditando e persistindo, elas acontecem. Ser positivo e confiante atrai coisas boas. 

É claro que não é pra sentar-se em seu confortável sofá e esperar a sorte vir para que suas metas sejam alcançadas! Você tem que agir. Acreditar em si mesmo e em seu trabalho. Quando somos batalhadores, confiantes e positivos, as coisas fluem. 

Nada de ser negativo! Existem pessoas que só sabem ver tudo como impossível, difícil, árduo. Eu mesma tenho colegas da minha área que colocam dificuldade em tudo. "Ah, eu não tenho tempo!" - continue repetindo frases como essa e não vai ter tempo mesmo. Não tem tempo? Organize-se. Aja! Todo mundo está mesmo sem tempo hoje em dia. Mas eu só penso uma coisa: "Quem quer, faz. Quem não quer, arranja uma desculpa."



Uma última frase que pode concluir esse post:
"Quem não é visto, não é lembrado."

Sucesso, artista!

sexta-feira, 18 de setembro de 2015

Arte Izabel Pariz no Chovendo Arte


Este ano, a segunda edição do Chovendo Arte foi no Conjunto Nacional, em São Paulo, do dia 24/08 a0 12/09, pelo Sciacco Studio. Participei com minha já conhecida obra "Vaidosa", da série Afro Brasil.

Minha obra "Vaidosa" no guarda-chuva



O projeto tem como objetivo apresentar, através de uma instalação artística e de uma forma lúdica, a conexão entre a palavra e a imagem, a importância de uma e de outra e suas relações.

A instalação exibiu guarda-chuvas com imagens de obras de artistas plásticos, estilistas e personalidades, como Ronaldo Fraga e Lilian Pacce, entre outros.

Para ver mais fotos, clique aqui.


quarta-feira, 26 de agosto de 2015

Minha entrevista à Ana Tex - como obter resultados no Instagram

Fiquei super lisonjeada pela oportunidade de conceder uma entrevista à Ana Tex, uma dos maiores consultores de Marketing Digital do Brasil! Seu trabalho é focado em Instagram para Negócios.

Ana Tex, consultora de Marketing Digital - Instagram para Negócios

Aqui terei mais espaço para  contar como fui convidada, como tudo começou. Quem sabe vai servir de inspiração para alguém!

Bom, eu sempre fui muito comprometida com minhas artes, e desde que passei a me dedicar totalmente a essa profissão (quando deixei de trabalhar como professora), passei também a divulgar e expor ainda mais o meu trabalho - tanto pela Internet, mídias sociais e website, quanto em revistas, jornais e outros veículos.

Há mais ou menos uns dois anos atrás, quando iniciei minha conta no Instagram, não conhecia muito bem a ferramenta e não sabia como aproveitá-la. Fiquei um tempo postando, mas sem muito retorno. Um belo dia, encontrei o perfil da Ana Tex dando dicas valiosas. Passei a segui-la, assinei sua newsletter e coloquei seus ensinamentos em prática, pouco a pouco. Absorvi tudo o que ela enviava por email, assisti a praticamente todos os seus cursos online. Notei que fui crescendo e tendo mais visibilidade a cada post. Não é "lero-lero". É fato.

Pelo perfil do IG da dela, comecei também a seguir seu amigo e parceiro Fábio Felippe, um profissional também "barra-pesada", muito "fera"! Seu foco é dar consultoria a pessoas com dificuldades em seu próprio negócio, como: divulgações, definição do público-alvo, maneira de iniciar um negócio, fazer parcerias, mostrar diferencial e demonstrar a importância de seu trabalho. Eu também tinha gostado muito do conteúdo dele, e também me tornei fã.


Fábio Felippe - Consultor de Marketing Digital
para blogs

Daí, a Ana lançou o assunto Periscope. Para quem não sabe o que é, leia o meu post aquiClaro, já fui logo instalando e seguindo as dicas dela e do Fábio. Assisti a muitas lives (transmissões ao vivo) dos dois. Depois, resolvi fazer também algumas lives sobre a arte, ainda poucas. Fábio me assistia, trocávamos algumas ideias, e houve um dia em que ele falou de mim para a Ana, dos resultados que eu vinha tendo como artista com as redes sociais, especialmente no Instagram. Através da indicação do Fábio, cheguei a essa entrevista de ontem, dia 25/08/15, da qual me orgulho e que com certeza me deixa muito honrada e satisfeita!

Assista:


Tive belas surpresas profissionais com o IG! Bastante coisa foi dita na entrevista e ainda havia tantas mais, que não caberia tudo na transmissão, pois as possibilidades que essa mídia traz, vinculada às outras redes, são inúmeras! Só vivendo e praticando pra crer!

E outra lição que gostaria de deixar é que ninguém anda sempre sozinho. como Fábio Felippe me disse hoje: a gente se torna uma rede, em que se constroem parcerias, visões de negócio, oportunidades, afinidades profissionais e humanas, o que torna a gente mais forte.

Quero agradecer de coração a vocês dois pela simpatia, receptividade, gentileza e generosidade! E também meus parabéns a vocês pelo profissionalismo e pela competência!

Perfil IG da Ana Tex: @anatex
Perfil IG do Fábio Felippe: @fabiofelipperj
Meu perfil IG: @izabelpariz

quinta-feira, 30 de julho de 2015

"Meu" Troféu MaisVIp 2015

Essa última sexta-feira, dia 24/07, foi só emoção! Foi o dia em que fui homenageada com o Troféu MaisVip 2015 na categoria Destaque Arte, Música e Cultura, representando a região do Vale do Aço, MG, nas artes plásticas.


Meu esposo foi quem me entregou o troféu. Foi meu padrinho.
Ninguém melhor que ele por todo o apoio à minha carreira.


Ademais, é um ano especial para o Grupo MaisVipa Revista MaisVip completa dez anos. Após o momento solene das homenagens, teve uma banda de BH tocando vários estilos. Foi um baile glamouroso, especial, com um buffet impecável, decoração divina, gente bonita. 





Parabéns aos fundadores e donos Anelise e Bruno Freire e toda equipe pelos dez anos da revista! 

Anelise e Bruno Freire - Foto Diário do Aço

E obrigada pela homenagem, eu não poderia estar mais feliz pelo reconhecimento!



Para ver mais fotos sobre o evento do meu álbum da fan page, clique aqui.
E para ver todas as fotos do evento e de outros homenageados, acesse o perfil Portal MaisVip.

terça-feira, 5 de maio de 2015

Resultado do sorteio do Dia das Mães


Isso aí, já saiu o resultado do sorteio do Dia das Mães das minhas capinhas Afro Brasil!

Quer saber quem são os os sortudos?

Acesse:
Quem ganhou capinha para iPhone 4/4s? Clique aqui para saber.
Quem ganhou capinha para Galaxy S4 mini? Clique aqui para saber.

Os ganhadores têm até 48 horas para responderem ao email que enviei a cada um. Caso não respondam nesse tempo, farei novo sorteio.
E se quiser acessar a lista completa dos candidatos ao sorteio, clique aqui.

Gente, muitíssimo obrigada por participar e até um próximo!
Parabéns às mamães!

quinta-feira, 30 de abril de 2015

Minha entrevista no Carrousel du Louvre

Olá!

Quero deixar aqui a quarta parte em que contém minha entrevista no Carrousel du Louvre, em Paris, no Salon Professionnel d'Art Contemporain, outubro de 2014. Faz-me recordar desses dias tão bacanas em que participei da exposição e ainda fui premiada! Espero que goste. Estava um bocadinho nervosa para falar em frente às câmeras nesse dia (rs), mas super contente por tudo.

E se quiser ver os vídeos completos com demais artistas do estande Heclectik-Art Galerie no canal de Heloiza Azevedo, clique aqui.

Aperte o play:



sexta-feira, 17 de abril de 2015

Sorteio para o Dia das Mães

Veja que beleza: estou sorteando DUAS capinhas de celular com minha arte Afro Brasil para o Dia das Mães!

Uma capinha é para o Galaxy S4 mini e a outra é para o iPhone 4 ou 4s, por isso são DOIS ganhadores!

Siga o regulamento no formulário abaixo. São três regrinhas que devem ser cumpridas.




Boa sorte, amigos!

terça-feira, 7 de abril de 2015

Um pouco mais do blog

Olá, gente! Recebi um convite de uma blogueira para participar de duas tags, porém escolhi participar da segunda, a que gostei mais.

Confesso que não costumo muito fazer parte de tags e desafios, mas dessa vez não pude recusar o pedido da minha simpática amiga de blog, a Zilnete, do Bina Combina, que é um amor! Espero que ela goste, rs...


*************
As regras dessa tag são:
-Responder as 8 perguntas
-Indicar 8 blogs
-Linkar de volta a pessoa que te indicou

* Por que você criou o blog?
Criei o blog como uma plataforma de conteúdos com três objetivos: transmitir informações sobre artes plásticas, gerar notícias sobre minha carreira e trajetória e fazer com que meus clientes e amigos se aproximem mais de mim e do que amo fazer, o meu trabalho.

* Como você escolheu o nome do blog?
Não foi nada complexo. Queria deixar minha assinatura de artista e também completei com o "Art Blog" para deixar bem claro que é um blog de arte, assunto central.

* Quando o seu blog foi criado?
Em julho de 2013.

* Qual o principal assunto que seu blog aborda?
Como eu havia citado em uma pergunta anterior, o principal assunto (posso dizer que é o centro de tudo aqui) é: arte. Mais especificamente as artes plásticas.

* Quem fez o layout?
Eu mesma. 

* Fale um pouco do layout, o que ele representa?
Fiz um layout simples, claro, limpo. Gosto do visual com menos informação, mais objetivo, mais clean. Bom, minha foto está nele apenas para mostrar que é um blog de uma artista (rs)...

* Pensa em fazer do blog um trabalho?
Meu blog faz parte do meu trabalho, na verdade. Mas não é um gerador de renda, é um canal de divulgação e informação.

* O que você diria para as blogueiras que estão começando agora?
Diria que: se você pensa em fazer do blog um gerador de renda ou uma forma prazerosa de comunicação, que faça postagens mais frequentes. Que não o abandone por meses e meses. Uma postagem a cada 15 dias ou um pouco mais já estaria de bom tamanho. Também aconselho a não deixar o blog poluído visualmente. O ideal é um blog com cores claras, mais limpo, mais leve. Há blogs, que de tão pesados (cheios de gadgets, apps, galerias enormes de fotos...), não consigo nem abri-los e desisto no meio do caminho. Tenha um blog prático!

**********************


Fim das perguntas. Espero que gostem! 
Bom, em vez de indicar os(as) oito blogueiros(as), dessa vez deixo livre para quem quiser participar, ok?

E pegando "carona" nessa "onda", no próximo post vou contar um pouco mais de mim, da minha história. Quem sabe é uma forma de inspirar pessoas a irem atrás de seus sonhos, assim como eu fui...



:) Até a próxima!



terça-feira, 17 de março de 2015

Liquidação de obras de arte


Amigos do blog, 

Que tal adquirir uma obra de arte assinada por mim por um preço bem legal?

Depois de outubro de 2014, após a exposição e a premiação no Louvre, em Paris, as obras ficaram mais valorizadas e por essa razão tiveram um reajuste. 

Mas estou oferecendo essa grande oportunidade: estou liquidando minhas cinco últimas obras feitas antes de outubro de 2014. Deixei-as com o preço antigo. Só que o "babado" ficou melhor ainda: estão com desconto de 50%!

Olhe, vale a pena aproveitar... sério!

Fiz um mural com as fotos das cinco obras e coloquei os números para que vocês possam localizar os preços.



Os preços ficaram assim, ó:
Obra 1 - de R$ 700,00 por R$ 350,00
Obra 2 - de R$ 500,00 por R$ 250,00 
Obra 3 - de R$ 750,00 por R$ 375,00
Obra 4 - de R$ 700,00 por R$ 350,00
Obra 5 - de R$ 690,00 por R$ 345,00


Se quiserem saber sobre dimensões de cada tela, forma de pagamento e etc, é só deixar comentário ou enviar um email para izabel@pariznetworks.com. Vou ter o maior prazer em responder tintim por tintim.

Ah! Posso parcelar no cartão de crédito também, ok?

O frete não está incluso e eu envio para todo o Brasil! Já enviei dezenas e dezenas de obras de arte para todo canto do país. Tenho vários colecionadores das minhas obras por esse mundão afora!

Uma boa semana a todos!

quarta-feira, 11 de março de 2015

Registros da exposição "Visões do Feminino"

E aconteceu no Espacio Uruguay, do Banco de la República Oriental del Uruguay, em São Paulo, a exposição coletiva "Visões do Feminino", produzida pelo Sciacco Studio, da qual participei. A primeira de 2015!

A vernissage foi realizada no dia 05 de março, com muitos visitantes e artistas presentes, comemorando o Mês da Mulher. Um sucesso!

Quero compartilhar os momentos do evento com vocês. Então, seguem as fotos:



Minha obra "Burlesque"

A outra obra que foi exposta e premiada no Carrousel
du Louvre

Meu esposo

Minha curadora Tânia Sciacco

Amigos do Guarujá João e Roberta

Amigos de Sampa Milena e Clemente

Com a diretora do banco Irene González Pino

domingo, 22 de fevereiro de 2015

Exposição "Visões do Feminino"


Amigos e clientes de São Paulo:

Convido-lhes para o coquetel da exposição "Visões do Feminino" da qual irei participar com minhas obras. Essa exposição é em comemoração ao Dia Internacional da Mulher.

O coquetel será no dia 05 de março, no Espacio Uruguay, na Paulista, às 18:30 h. O endereço completo está na foto do convite acima.

A visitação prosseguirá do dia 06/03 ao 02/04, de segunda a sexta, das 14h às 18h.

Estou sendo representada pelo Sciacco Studio. Estarei no coquetel e será uma alegria a presença de vocês!

Aproveito também este post para anunciar que uma obra minha estará na exposição Essas Mulheres a partir do dia 06/03, na Fundação Aperam Acesita, em Timóteo - MG.

Conto com vocês!


quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

Arte de ontem e arte de hoje


É preciso que o espectador entenda muito de arte ou tenha um estudo profundo para saber apreciá-la? Deve-se somente saber apreciá-la "intelectualmente"?

E o gosto? Também não seria o olhar a estética da arte e o prazer que ela lhe proporciona algo muito importante?

Nas artes plásticas, a arte acadêmica era produzida através dos padrões definidos, grandiosos e é idealmente bela acerca da retratação da realidade. Tem toda sua importância histórica. Porém não me atrai tanto quanto a arte moderna e a contemporânea. 

A arte saiu da aristocracia quase exclusivamente européia e libertou-se. A arte contemporânea é desprovida de preconceitos. A conceitual provoca a reflexão. Só não acho boa ideia quando a conceitual "endeusa" o feio e o asqueroso como sendo algo bom e positivo. Bom, voilà! Mente aberta!

É inegável que existiram os titãs, grandes artistas. Por isso julgam muito os artistas de hoje: julgam-nos medíocres. Eu, particularmente, não gosto de me prender muito às tradições, às convenções artísticas, pois a arte, queira ou não, é mutável. Através dos tempos, aconteceu uma ruptura daquela utopia romântica e do belo/sublime. 

Há multiplicidade no mundo, a sociedade é complexa, e por que a arte não seria hoje? A meu ver, só sei de uma coisa: a arte também é intuição autoral, emoção pessoal.

quinta-feira, 15 de janeiro de 2015

A obra de arte como investimento

Hoje citarei aqui os dizeres do marchand mato-grossense Abílio Antunes sobre a importância de se adquirir uma obra de arte. Não sei onde encontrei o texto. Aliás, há muitos blogs e sites que fazem referência a ele. Leiam com atenção:

"POR QUE ADQUIRIR UMA OBRA DE ARTE?

Uma coisa é decorar, aleatoriamente, uma residência. Outra, bem diferente, é atender o mesmo objetivo, mas levando em conta, pelo menos, a possibilidade de recuperar o investimento. Sendo que muitas vezes se adquire um objeto de decoração pelo mesmo valor de uma obra de arte, mas que não aumentará de valor, pelo contrário, é apenas algo pendurado na parede.

E pra quem resolve encarar arte não apenas como uma paixão, mas como um investimento, precisa ficar de olho em outros fatores: têm mais chance de valorização aquelas obras de artistas que costumam expor em boas galerias, que já receberam boas críticas, que já ganharam prêmios, tiveram livros escritos sobre seu trabalho ou expuseram no exterior, por exemplo. Obras de artistas que investem em suas carreiras foram adquiridas há dois anos por R$ 1.000,00 e hoje podem chegar a R$ 4.000,00.

Mas mais do que isso: seja o investidor um iniciante ou um colecionador mais experiente, o importante é comprar obras que atendam a seu gosto pessoal, de artistas que costumem expor e ser bem criticados e sempre, sempre atentando para questões de governança do acervo, como a procedência da obra, sua declaração para fins de Imposto de Renda e o estabelecimento de regras de doação e transmissão.

E no caso do Brasil, Reis lembra que não há histórico de desvalorização recente. 'Nos últimos dez anos, a arte brasileira tem valorizado muito acima de todos os outros investimentos tradicionais. Na crise de 2008 não houve desvalorização, ao contrário do que aconteceu com a arte em alguns países desenvolvidos. A produção artística brasileira tem sido espetacular. Mesmo para um leigo, está difícil errar nesse mercado'."